O que muda no IRS em 2015

Depois do “enorme aumento” dos impostos em 2013 e da descida do IRC este ano e em 2014, 2015 encerra um ciclo de reformas fiscais com a actualização do código do IRS e o alargamento dos impostos verdes. No horizonte, não há uma descida dos impostos. A reforma do IRS, estima o Governo, vai permitir a um milhão de famílias um “alívio fiscal” de 150 milhões de euros, mas a reforma é custeada pela nova tributação ambiental e, interpreta a oposição, o que há é uma reorientação do dinheiro para os impostos indirectos. Para 2015, o executivo está a contar com 38.873 milhões de euros em receitas de impostos, dos quais 13.168 milhões por via do IRS, cuja cobrança deverá subir 2,4%. Enquanto o Governo salienta o “alívio fiscal” de 150 milhões, a oposição lembra-lhe o agravamento dos impostos em 2013, que fez disparar a receita do IRS nesse ano...

Jack Welch: O senhor despedimento dá 10 dicas para evitar ser despedido

Se a gestão que Jack Welch levou a cabo durante mais de 20 anos na General Electric ficou conhecida pela forte reestruturação que levou a enormes melhorias do ponto de vista económico (a faturação da empresa aumentou cinco vezes), o mesmo não se pode dizer sobre o número de pessoas afetadas pelas suas medidas. Num artigo publicado no The Wall Street Journal, o precursor da chamada “curva da vitalidade” – um método de gestão de pessoal segundo o qual, todos os anos, os empregados são avaliados segundo uma tabela de rendimento pré-definida que prevê despedimento direto em caso de baixos resultados – diz que, na prática, esta estratégia é “a forma mais amável de gestão de pessoa. Dá a oportunidade de melhorar às pessoas que rendem menos e, se não conseguem fazê-lo num ano, são despedidas.” E explica, em dez pontos, como evitar um despedimento. “Estas dez falhas podem marcar a diferença entre progredir no trabalho ou...

As redes sociais servem para arranjar emprego. Está provado!

Muitos não gostam, outros são contra, outros simplesmente tentam ignorar o óbvio. Mas, a verdade é que, as redes sociais estão aí e para ficar. E algumas podem ajudar a mudar vidas. Um estudo recente, feito pela Jobvite, empresa norte-americana que desenvolve plataformas para o recrutamento online, revela que atualmente 93% das empresas recorre às redes sociais, nomeadamente ao LinkedIn, para recrutar novos trabalhadores, conta o P3. Para perceber esta tendência, a Jobvite questionou 1.855 profissionais de recrutamento e recursos humanos de várias indústrias e regiões. No passado mês de agosto ficou concluída a investigação e as conclusões chegam agora: mais de 90% dos recrutamentos são feitos online, designadamente através das redes sociais. Porém, e num momento em que os requisitos exigidos são cada vez mais vastas, nem todos os dados sobre os candidatos estão disponíveis na Web, pelo que, acrescenta este estudo, “mais recrutadores estão a adotar uma abordagem...

20 conselhos para aumentar a produtividade

O Governo aprovou esta semana os critérios para as empresas despedirem. A avaliação de desempenho é a primeira condição a ser observada, ainda que permita às empresas sem sistema de avaliação avançar diretamente para o segundo critério – habilitações académicas. Neste sentido, aqui ficam alguns conselhos para aumentar a produtividade e, em consequência disso melhorar a avaliação no emprego, segundo o Human Resource Management. 1. Ame o que faz. 2. Acorde mais cedo do que todos os outros. 3. Organize o seu escritório. 4. Identifique o momento do dia em que é mais produtivo do que os seus colegas para daí tirar partido. 5. No entanto, estudos dizem que as pessoas bem sucedidas fazem as tarefas mais difíceis logo pela manhã. 6. Defina um período de tempo para trabalhar e outro para descansar. 7. Aprenda a dizer “Não”. 8. Pergunte a si mesmo: “Estarei a fazer o melhor uso possível do...

Três razões porque grande parte das reuniões são uma perda de tempo

É uma verdade quase universal que os gestores a todos os níveis se queixam de a maior parte das suas reuniões serem uma perda de tempo. É uma velha história, muitas vezes repetida: “Não tínhamos uma ordem de trabalhos”. “Não gerimos bem o tempo”. “Não estavam lá as pessoas certas para tomarmos decisões”. É uma longa lista de comportamentos disfuncionais que são familiares a quase todos os que já trabalharam numa organização. Claro que o que é realmente disfuncional nesta litania de comportamentos incorretos é o facto de todos saberem que estas atividades impedem o progresso — e todos saberem igualmente o que é necessário para fazer as coisas bem. As “dicas secretas” para uma gestão eficaz das reuniões não são assim tão secretas. Praticamente todos os gestores já tiveram contacto com elas num ou noutro momento — nos programas formais de formação em gestão, em cartazes, até em porta-chaves...

Agressividade no local de trabalho: como lidar

“Trabalhar com outras pessoas não é fácil, implica passar muitas horas a conviver com colegas com quem não se tem forçosamente afinidade ou até de quem não se gosta.” Teresa Rosa é Psicóloga Clínica na área laboral há vários anos e garante que este é um problema central em todas as organizações. “Grupos coesos, em que as pessoas estão satisfeitas, produzem mais. A agressividade, visível ou latente, tem custos, não só laborais como pessoais, pois as pessoas ‘descarregam’ também em casa, no marido e nos filhos e, no limite, acabam com problemas familiares, que se vão repercutir também na empresa”.   Dos insultos ao isolamento.. Já passou por isto? Nem sempre é fácil definir a agressividade no local de trabalho. Há comportamentos óbvios, como a violência física e verbal (materializada em ofensas como ‘parva’, ‘burra’ e outros do género), mas também formas mais sub-reptícias de hostilidade . É oc aso de comportamentos sistematicamente...

10 erros a evitar nas conversas de trabalho

As conversas são como as cerejas, por isso mesmo é preciso ter cuidado para não as estragar. Não tenha uma atitude guerreira, simplifique, concentre-se e, acima de tudo, prepare-se. Pode fazê-lo começando por ler este texto. Erro n.º 1: Entregar-se a uma atitude de combate Muitas vezes, quando as conversas difíceis se tornam tóxicas, foi porque cometemos um erro básico: entregámo-nos a uma atitude de combate. Isto permite que a conversa se torne num jogo sem equilíbrio, com um vencedor e um perdedor. Mas a verdade é que quando permitimos que as conversas sigam esta direção – principalmente na empresa – ficam todos mal no retrato e, pior, ficam todos a perder. O inimigo verdadeiro não é o seu parceiro de conversa, mas a atitude de combate em si. Mas poderá derrotá-la, com estratégia e habilidade. Erro n.º 2: Tentar simplificar o problema Se o assunto da sua discussão fosse...

Google quer transportar internet em balões

A Google apresentou ao público, na passada sexta-feira, o projeto que pode levar Internet aos dois terços de população mundial que ainda não tem acesso à web.  “Há vários desafios terrestres à conetividade da Internet – selvas, arquipélagos, montanhas. Além disso, há os problemas dos custos.  Atualmente, exemplo, na maioria dos países do hemisfério sul, o preço da internet vai muito além de um rendimento médio mensal”, conta Mike Cassidy, líder do novo projeto da Google, no blogue oficial da empresa. Tudo isto torna a Internet inacessível a mais de metade da população mundial. Mas a Google tem estado de olhos bem abertos e atenta a possíveis soluções para o problema. Ainda que muito embrionário, o Projeto Loon pode ser a solução. A experiência já está em curso. Os cientistas da multinancional já lançaram cerca de 30 balões cheios de hélio, que voaram 20 quilómetros acima de Christchurch, na Nova...

Brasil já reconhece diplomas portugueses

Os cursos de engenharia e arquitetura portugueses vão ser reconhecidos pelo Estado brasileiro. O acordo é assinado já esta segunda-feira no Ministério dos Negócios Estrangeiros, em Lisboa. “O Brasil vai passar a reconhecer os cursos de arquitetura e engenharia, depois de um ano de intenso trabalho diplomático”, disse fonte do Ministério dos Negócios Estrangeiros em declarações à agência Lusa. O acordo será ser firmado no Palácio das Necessidades em Lisboa pelo ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, pelo ministro das relações Exteriores do Brasil, António Patriota. A cerimónia vai contar ainda com a presença dos ministros da Educação de cada um dos dois países. O sistema de reconhecimento de diplomas académicos portugueses no Brasil estava previsto ser adotado em Março, mas as negociações acabaram por se arrastar durante mais tempo. Agora que vai ser assinado, o acordo irá permitir o reconhecimento, revalidação e equivalência dos graus de...

As coisas que o seu chefe pensa sobre si, mas não lhe diz

Há determinado tipo de comportamentos que se têm no local de trabalho que levam as chefias a construirem uma imagem pouco positiva dos trabalhadores. A verdade é que muitas vezes, os chefes estão a pensar, mas não o dizem em voz alta. E a médio prazo isso pode ser fatal. Aqui ficam algumas ideias que, regra geral, ficam apenas abailar na cabeça dos chefes.   1. Fala demais nas reuniões. Há quem confunda tagalerice com capacidade de iniciativa. Por isso, antes da próxima reunião na sua empresa pergunte a si próprio se toda a gente precisa de ouvir o que vai dizer. Em algumas situações o silêncio pode ser de ouro. 2. Está a passar muito tempo no Facebook. As redes sociais vieram alterar de forma dramática a forma como encaramos o trabalho. Podemos pensar que isso não tem grande impacto na produtividade, mas os chefes têm a certeza, quase inabalável, que sim. A verdade é...

Hospitais vão ter de cortar 30% da electricidade que consomem

O plano é ambicioso: a médio prazo, o Hospital de Santa Maria vai funcionar com menos 30% de energia, poupando em eletricidade o equivalente ao que consomem todos os habitantes do Fundão. O hospital é um dos projetos-piloto integrados no Programa de Eficiência Energética do Estado (ECO.AP) que tem por meta a redução de 30% na fatura energética da administração pública até 2020 e um investimento, em 2013, de cinco milhões de euros. O programa será alargado a mais hospitais, inclui outras áreas – defesa, educação – e será também financiado por fundos comunitários. O primeiro passo será dado esta semana, com um protocolo assinado entre as secretárias de Estado da Energia e da Saúde. “As faturas energéticas do Estado são muitíssimo elevadas. Se for mais eficiente conseguirá poupar umas dezenas largas de milhões de euros por ano”, garante Artur Trindade, secretário de Estado da Energia. “Este protocolo visa baixar...

Como lidar com uma equipa desmotivada

A Porto Business School trouxe Sir Terry Leahy ao Porto, este ano, para dar uma palestra sobre liderança na Casa da Música. O recém-retirado CEO da TESCO tem o mérito de ter levado a cadeia de supermercados britânica de uma posição estagnada no número três, há anos e anos, para a número um do Reino Unido, tendo sextuplicado o seu valor e sendo, hoje, uma das três maiores do Mundo. No final, Sir Terry Leahy ainda respondeu a questões do Dinheiro Vivo.   Como é que se motiva uma equipa para o objetivo da empresa? Temos de ouvir as pessoas, em primeiro lugar, como expliquei na palestra. Temos de nos certificar que as pessoas têm formação para o que têm a fazer, que têm os instrumentos e meios de trabalho necessários para o que têm de fazer e que sabem o que têm de fazer, nomeadamente se são bem dirigidas....

SÓ COM BONS SALÁRIOS É POSSÍVEL REAVIVAR O TECIDO INDUSTRIAL

Um industrial que disponha apenas de mão-de-obra barata não tem qualquer incentivo para investir em novas tecnologias e, consequentemente, subir na escala de valor. Precisa de mão-de-obra qualificada, mas para isso tem de lhe pagar bons salários. “É um problema de pescadinha de rabo na boca”, afirma Hermínio Afonso, partner da PwC e coordenador do estudo “Os principais desafios da indústria em Portugal”, documento ontem apresentado no Palácio da Bolsa, no Porto.   Qual é o ponto da situação da indústria portuguesa? Pesa 24% no PIB – mas já contribuiu com 29% em 1995 -, dá emprego a 833 mil trabalhadores na indústria extrativa e transformadora e pesa 24% na população empregada, abaixo dos 30% que chegou a representar em 1995. Quais são os caminhos para reindustrializar o país, um desígnio ontem defendido por Rui Moreira, presidente da Associação Comercial do Porto, durante a apresentação do estudo? A PwC consultou...

GUIA PARA O EMPREGO: CONHEÇA TODOS OS APOIOS A QUE PODE RECORRER

O governo publicou hoje a portaria que estabelece as regras das novas políticas ativas de emprego no âmbito do Estímulo 2013. Desde a redução de encargos com a Taxa Social Única a uma requalificação do desempregado, as empresas têm novas razões para contratar desempregados jovens ou de longa duração. Conheça os programas do IEFP que o podem ajudar.   Subsídios para empresas que contratem desempregados As empresas que contratem desempregados ao abrigo do programa Estímulo 2013 podem receber uma ajuda para pagar os salários dos novos contratados. No ano passado, esta possibilidade já existia, mas agora abre-se o leque de pessoas a contratar e aumenta o tempo do apoio. Segundo a portaria Portaria n.º 106/2013, 14 Março, as empresas que contratem desempregados inscritos em centros de emprego há pelo menos seis meses podem receber apoio estatal durante seis (contrato a termo) ou 18 meses (sem termo). Na prática, o programa paga...

Como fazer a transformação digital da empresa em altura de crise

Parece um chavão utilizado por consultoras, e na verdade é. A “transformação digital” das empresas é uma das tendências mais recentes a ser analisada pela consultora Capgemini, que a definiu como “a utilização de tecnologia para melhorar radicalmente o desempenho ou alcance da empresa.” O problema é que não há orçamento disponível para fazer grandes projetos tecnológicos. Então como é que se faz isto? “A transformação digital é cada vez mais abordada pelas empresas, embora nem sempre de forma consciente”, explica Vanessa Loureiro, manager da Capgemini Portugal. “Soluções como indicadores de performance (KPI) ou Business Intelligence (BI) são cada vez mais populares e fazem parte do âmbito da transformação digital”, indica a responsável.   Reflexo desta transformação é o crescimento das vendas online e a disponibilização de conteúdos através de plataformas móveis (tablets e smartphones), que “estão cada vez mais em voga em vários sectores em Portugal, nomeadamente no turismo,...

Mobilidade Eléctrica

O actual modelo baseado nos combustíveis fósseis está em vias de extinção, principalmente porque as reservas de petróleo são cada vez menores e, como tal, o preço dos combustíveis começa a sofrer uma forte pressão inflacionista. Por outro lado, as elevadas emissões de CO2, em conjunto com outros poluentes associados à utilização de combustíveis fósseis e em contraponto com a constante procura de formas ambientalmente correctas para produção de energia, abrem espaço para a sustentação de um novo modelo de mobilidade, a mobilidade eléctrica. Portugal está na linha da frente da mobilidade eléctrica, através do projecto Mobi.E, projecto pioneiro na área dos veículos eléctricos (VEs), com a instalação de uma rede integrada de vários postos de abastecimento para veículos eléctricos, ao longo do país. Se considerarmos ainda a fábrica de baterias da Nissan em Cacia, então podemos olhar para Portugal e ver concretizados passos importantes para o estabelecimento deste novo...

Home Staging: Como tornar a sua casa irresistível aos olhos de um comprador?

Preparar um imóvel para uma venda célere. É este o objectivo do Home Staging, uma técnica que surgiu, nos EUA, a fim de responder à crise imobiliária americana dos anos 70. Portugal está agora a dar os primeiros passos pela mão da Coach Casa, uma empresa internacional de serviços e conselhos em decoração e especialista em Home Staging. A Verlag Dashöfer esteve à conversa com Mafalda Frechin, da Coach Casa, a fim de conhecer as vantagens associadas ao Home Staging, bem como as pessoas e o tempo necessários para a concretização desta técnica. Verlag Dashöfer: Em que é que consiste o Home Staging? Mafalda Frechin: “O Home Staging é uma técnica de preparar um apartamento para venda, cujo objectivo é permitir aos proprietários e aos profissionais das imobiliárias vender rapidamente os seus imóveis”. Verlag Dashöfer: Que vantagens oferece esta técnica a quem pretende vender um imóvel? Mafalda Frechin: “A principal...

Certificação na Cadeia de Responsabilidade Alimentar

A segurança alimentar é um requisito fundamental para os consumidores. As organizações inseridas na cadeia alimentar (produção primária, indústria, distribuição e restauração) têm o grande desafio de demonstrar aos consumidores, as suas capacidades para identificar e controlar os riscos relacionados com a segurança alimentar, assim como as condições ideais para controlar e prevenir os potenciais impactos dos mesmos nos bens de consumo. Promover e garantir a segurança alimentar é, hoje em dia, uma exigência para garantir a confiança dos clientes e consumidores, permanecendo assim no mercado de uma forma credível e socialmente responsável. A certificação de um produto alimentar pode, também, ser um requisito para actuar em mercados específicos (Ex.: Reino Unido, França e Alemanha). A APCER disponibiliza soluções em toda a cadeia alimentar, incluindo certificação de sistemas de gestão de produtos e de serviços. Relativamente a sistemas de gestão, destacamos a NP EN ISO 22000:2005 que se baseia nos...

Melhoria Contínua – Mais do que uma ferramenta de trabalho, um “estado de espírito”

É um dos princípios de gestão da qualidade, e está associado a um termo japonês (Kaizen) que significa “mudança para melhor”. Implica melhorias tanto a nível individual e pessoal, como a nível do trabalho e das organizações. Poder-se-á dizer que a correcta implementação da melhoria contínua numa organização é um dos factores determinantes para enfrentar os desafios complexos que se apresentam às empresas nos dias de hoje. No entanto, os resultados obtidos com a melhoria contínua que, como o próprio nome indica, requer um trabalho contínuo e com passos certos – como alguém disse, “o caminho faz-se caminhando” – não são resultados visíveis imediatamente, nem com uma grande espectacularidade, mas sim baseados em pequenas melhorias que continuamente vão sendo implementadas com vista a atingir um estado de perfeição. O benefício maior que a melhoria contínua apresenta é precisamente a criação de hábitos de proactividade, de trabalho de equipa e de...

Factos Contabilísticos

A fim de facilitar o trabalho contabilístico e financeiro das empresas, a Verlag Dashöfer disponibiliza o manual actualizável Factos Contabilísticos, uma ferramenta indispensável para o dia-a-dia de administradores e/ou gestores, TOCs, ROCs e ainda docentes de Contabilidade, Fiscalidade e áreas afins. Fique a par de todas as vantagens associadas a este manualmediante uma entrevista cedida pela Dr.ª Manuela Duarte. Verlag Dashöfer: Quais as matérias sobre as quais versa este produto? Manuela Duarte: “A nível da contabilidade, uma das matérias focadas é a contabilização de factos patrimoniais de acordo com o Sistema de Normalização Contabilística (SNC), onde se apresenta a contabilização passo-a-passo, incluindo a mensuração inicial e subsequente, apresentação nas demonstrações financeiras e exemplos práticos. “A nível da fiscalidade, o produto demonstra como aplicar as regras fiscais aos factos patrimoniais apresentados e apresenta alguma legislação em vigor aplicada. “O produto Factos Contabilísticos apresenta ainda conteúdos de contabilidade a nível das Normas...

Código Contributivo da Segurança Social

O Código Contributivo da Segurança Social entrou em vigor no início de 2011. No entanto, este novo documento continua a gerar inúmeras dúvidas. Com a finalidade de esclarecer essas dúvidas e minimizar os desacordos em torno do Código Contributivo, a editora Verlag Dashöfer entrevistou a Dr.ª Cristina Vilar dos Santos. Saiba quais as diferenças a destacar entre o Código Contributivo que entrou em vigor no passado dia 1 de Janeiro de 2011 e aquele que estava previsto vigorar em 2010, quais os benefícios deste adiamento da entrada em vigor do Código Contributivo para as empresas portuguesas ou como e onde é que as organizações que ainda não se encontram preparadas para esta mudança a nível do processamento salarial, por exemplo, podem obter esclarecimentos sobre o novo Código Contributivo. Verlag Dashöfer: Que diferenças há a destacar entre o Código Contributivo que entrou em vigor no passado dia 1 de Janeiro de...

“Low profile” ou “no profile”

Queixava-se há uns tempos um dos meus “coachees” que se sentia desvalorizado na empresa por ser “low profile”. Expliquei-lhe que existe uma grande diferença entre ser-se “low profile” ou ser-se “no profile”. Ser-se discreto (low profile) não tem nada de negativo…nem de positivo. Não é defeito, é feitio. Já ser-se passivo (no profile), isso sim, poderá ser um problema para a felicidade e saúde dos próprios e para a eficácia das suas organizações. As pessoas “low profile” caracterizam-se por orientar a sua atenção para o seu mundo interior, reforçando a introspecção, a concentração e a ponderação. Por força disso tornam-se detalhadas nas análises, independentes no pensamento, poupadas nas palavras, modestas nas atitudes, contidas nas emoções, cordatas nas relações, cautelosas nas decisões e comedidas nas evoluções. Em regra, estas pessoas preferem o recato e o trabalho no sossego do seu cantinho. Mais do que de grandes teorias, gostam de assentar as...

Marketing: 7, Vendas: 0?

Humm… Mas afinal de contas o que é que o marketing e as vendas têm a ver com os resultados de um possível jogo de futebol? Tudo e nada… Nada, pois de facto não são comparáveis; tudo, porque por vezes a interacção entre o marketing e as vendas parece a equipa de futebol da Selecção Nacional. Já repararam que temos um conjunto de estrelas e que o somatório das suas capacidades deveria dar uma equipa excepcional, com resultados também excepcionais? Então porque é que não dá? Com o marketing e com as vendas passa-se o mesmo. Muitas das vezes temos uma excelente equipa de vendas, profissional, dedicada, dinâmica e que luta sem parar. Em paralelo, temos também uma equipa de marketing que até dá gosto ver, criativa, dinâmica e muitas vezes brilhante. À semelhança da Selecção, também muitas vezes a soma das partes não dá algo de extraordinário, muito pelo...

Lançamento do livro: Segurança e Saúde do Trabalho – Manual de Prevenção de Riscos Profissionais

No próximo dia 10 de Novembro irá ter lugar no Auditório do Instituto Superior de Línguas e Administração (ISLA) de Vila Nova de Gaia, pelas 18h30, o lançamento do livro Segurança e Saúde do Trabalho – Manual de Prevenção de Riscos Profissionais, do Dr. Fernando Cabral – Presidente do IDICT entre 1996 e 1999 e Director da Segurança do Trabalho da REFER de 2000 a 2008 – editado pela Verlag Dashöfer. A apresentação da obra estará a cargo do Dr. Manuel Roxo, Subinspector-Geral da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) e também autor de algumas publicações da Verlag Dashöfer. Segurança e Saúde do Trabalho – Manual de Prevenção de Riscos Profissionais é uma obra singular que reúne informação nuclear sobre área da segurança e saúde do trabalho, mas também as metodologias de gestão da própria prevenção de riscos profissionais e o enquadramento legislativo actual. Destinado não só ao tecido...

Incêndios Florestais – Uma abordagem multidisciplinar

“Tudo sobre incêndios” foi assim que o Professor Marcelo Rebelo de Sousa apresentou, no passado dia 27 de Agosto, no “Jornal das 8” da TVI, a nova publicação da Verlag Dashöfer sobre Incêndios Florestais. Coordenado por Domingos Xavier Viegas e desenvolvido pelos investigadores do Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais da Associação para o Desenvolvimento da Aerodinâmica Industrial (ADAI), Universidade de Coimbra, este livro procura contribuir para a formação de pessoas interessadas no estudo, gestão ou planeamento dos incêndios florestais, em diversos campos de actividade, desde a investigação científica até ao planeamento da prevenção, à gestão do risco, ao combate ou à mitigação dos efeitos. No ano em que se celebra o Ano Internacional das Florestas conheça um pouco melhor esta publicação que poderá ser uma mais-valia não só na protecção das florestas portuguesas, mas também na garantia da biodiversidade ou na conquista de um Produto Interno Bruto (PIB) mais...

Um novo sistema de compensação pela cessação de contrato de trabalho

O Concelho de Ministros de 20 de Julho de 2011 aprovou uma proposta de lei que procede à alteração ao Código do Trabalho, estabelecendo um novo sistema de compensação pela cessação de contrato de trabalho, aplicável apenas aos novos contratos. Esta proposta de lei concretiza uma das medidas para a modernização do mercado de trabalho contemplada no Acordo Tripartido para a Competitividade e Emprego, de 22 Março de 2011, bem como no memorando conjunto com a União Europeia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Central Europeu, de 17 de Maio de 2011. Esta alteração procede, quanto aos novos contratos de trabalho, à uniformização do modo de determinação da compensação devida aos trabalhadores na generalidade das modalidades de cessação do contrato de trabalho. Como principais alterações desta proposta de lei, destacamos as seguintes: * A compensação é reduzida de 30 para 20 dias de retribuição base e diuturnidades por cada...

Segurança e Saúde do Trabalho – Prevenção de Riscos Profissionais

No passado mês de Agosto, a Verlag Dashöfer lançou Segurança e Saúde do Trabalho – Manual de Prevenção de Riscos Profissionais, uma publicação da autoria do Dr. Fernando Cabral – Presidente do IDICT entre 1996 e 1999 e Director da Segurança do Trabalho da REFER de 2000 a 2008 – que procura auxiliar a “(…) a navegação entre riscos [profissionais] diversos até bom porto”. Destinado não só ao tecido empresarial, mas também ao universo da educação e da formação profissional, este livro reúne informação nuclear acerca área da segurança e saúde do trabalho, mas também as metodologias de gestão da própria prevenção de riscos profissionais e o enquadramento legislativo actual. Conheça um pouco melhor este novo livro mediante uma entrevista cedida pelo Dr. Fernando Cabral e saiba ainda que informação adicional disponibilizámos para si em http://sst.lp.dashofer.pt/ a fim de complementar a presente publicação. Verlag Dashöfer: Na capa deste livro figura...

Colóquio Internacional sobre Segurança e Higiene Ocupacionais – SHO 2012

Nos dias 9 e 10 de Fevereiro de 2012 decorrerá, em Guimarães, o Colóquio Internacional sobre Segurança e Higiene Ocupacionais – SHO 2012. O Colóquio Internacional sobre Segurança e Higiene Ocupacionais – SHO 2012 irá decorrer em Guimarães, nos dias 9 e 10 de Fevereiro de 2012. É co-organizado pela Sociedade Portuguesa de Segurança e Higiene Ocupacionais (SPOSHO) e pelo Departamento de Produção e Sistemas da Escola de Engenharia da Universidade do Minho e conta com a colaboração da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, da Faculdade de Motricidade Humana da UTL e da Universidade Politécnica da Catalunha (UPC). Este evento conta ainda com o patrocínio científico de mais de 10 associações/sociedades portuguesas e estrangeiras. O livro de comunicações do colóquio será editado com ISBN e, à semelhança da edição anterior, será expectável que o mesmo seja indexado no ISI Conference Proceedings Citation Index. Alguns artigos poderão ainda ser...

Responsabilidade por danos ambientais

O Decreto-Lei n.º 147/2008, de 29 de Julho, que define o regime jurídico da responsabilidade por danos ambientais, estabelece no artigo 22.º a obrigação de constituição, por parte das empresas, de uma ou mais garantias financeiras que visem, de um modo preventivo, a cobertura de um conjunto de danos ambientais provocados pelo próprio, no exercício das suas actividades. Estão abrangidos pelo conceito de “danos ambientais” os causados às espécies e habitats naturais protegidos, bem como os causados à água e ao solo. As actividades que devem estar abrangidas pelas referidas garantias financeiras são as listadas em anexo ao citado diploma legal, que as designa por actividades ocupacionais. Esta obrigação existe desde 1 de Janeiro de 2010. As garantias financeiras podem constituir-se através não só da subscrição de apólices de seguro, mas também através de garantias bancárias, da participação em fundos ambientais ou da constituição de fundos próprios reservados para o...

Domine a actualidade fiscal

Os impostos constituem uma matéria que tem sofrido inúmeras alterações nos últimos meses, sendo, por isso, muito difícil mantermo-nos completamente a par das novidades introduzidas pela legislação a nível de impostos.  Consciente dessa dificuldade a editora Verlag Dashöfer desenvolveu a plataforma “Fiscalidade – Legislação e Aplicação Online”, com conteúdos cuidadosamente elaborados por uma equipa de autores coordenada pelo Dr. Amadeu José dos Santos. Esta plataforma é uma ferramenta única que, através de um simples clique, proporciona:  - A abordagem a temas como a incidência, a determinação do imposto, o pagamento, a cobrança, o reembolso, etc.; - O acesso prioritário à legislação fiscal em vigor: - Legislação (leis, decretos-lei, portarias, despachos, resoluções, avisos, declarações de rectificação); - Instruções administrativas (circulares e ofícios-circulados); - Jurisprudência (acórdãos).   - O conhecimento de matérias relacionadas como “Derrama Estadual”, “Pequenos Investidores” e “Mecenato Científico”. Teste durante 15 dias, e sem qualquer custo adicional, a versão...

A sua empresa é ambientalmente responsável?

Sabe que etapas compõem a implementação de um Sistema de Gestão Ambiental em empresas de serviços?  A última actualização do Manual Prático para a Gestão Ambiental lançada no presente mês de Fevereiro confere-lhe a resposta a esta e outras questões relacionadas com: - Auditorias ambientais; - Análise Sectorial – Implementação de um Sistema de Gestão Ambiental em empresas de serviços; - Implementação e Operação da Gestão Ambiental: introdução de diversas ferramentas práticas para a avaliação de Aspectos Ambientais. Se a sua organização desenvolve actividades no âmbito dos serviços ou noutra área de actuação e pretende implementar um Sistema de Gestão Ambiental (SGA), segundo a norma ISO 14001:2004, então, este manual é uma ferramenta a considerar, pois explica todas as etapas (desde a política, o planeamento, operação, verificação, revisão pela gestão até à certificação) que são necessárias ultrapassar para entrar na rota da responsabilidade ambiental, entre muitas outras matérias a considerar...
Posts recentes

As pessoas mais criativas do mundo em 2016

A revista Fast Company elegeu as 100 pessoas mais criativas no mundo dos negócios deste ano. Desde artistas até encenadores da Broadway passando por investigadores científicos, a criatividade abraça as mais diferentes áreas nesta lista.   Deixamos aqui os 15 primeiros: 1 – Lin-Manuel Miranda (actor, cantor, compositor e encenador do musical da Broadway “Hamilton”); 2...

Portugal: Funcionários felizes trabalham mais

A universidade Atlântica acaba de divulgar os dados da 5.ª edição do estudo “Happiness Works”. O estudo revela que os trabalhadores portugueses estão um bocadinho mais felizes do que nos anos anteriores e confirma que a felicidade gera produtividade. De ano para ano, a amostra do estudo HW tem sido cada vez maior e, no...

Simplex: trabalhadores dependentes deixam de entregar IRS a partir do próximo ano

A medida abrangerá também reformados, aposentados e pensionistas. Será implementada gradualmente a partir do próximo ano. O programa Simplex é apresentado pelo Governo esta quinta-feira. Esta quinta-feira é apresentada a quarta versão do Simplex. Como principal medida a apresentar, o Governo propõe que os trabalhadores dependentes (todos os rendimentos destes vêm, portanto, de uma única...

Projetar o tempo no trabalho

Pedro Félix Mendes explica como planear o seu tempo em vez de o gerir. Repartir todas as suas tarefas em quadrantes pode ajudá-lo a ser mais eficaz na forma como trabalha Para muitos de nós, o trabalho pode ser visto e sentido como um ciclo infinito de reuniões, caixas de correio electrónico cheias e pedidos...

Gosta de parecer rico? Cuidado, o Fisco vai apertar o cerco à manifestação de fortunas

Unidade de Grandes Contribuintes passa a seguir pessoas com rendimentos superiores a 750 mil euros e mais de cinco milhões de euros de património. Mas não só: também segue quem parecer muito rico. O Fisco vai passar a estar atento à manifestação de grandes fortunas. Para além dos contribuintes com rendimentos superiores a 750 mil...

Portugueses nomeados para óscares europeus das energias renováveis

Cooperativa Coopérnico nasceu há três anos, aposta em projetos locais e já produz energia equivalente à consumida por 150 famílias Olham para os telhados como espaços que estão a pedir painéis solares e, nessa visão, procuram um novo paradigma energético: 100% de energia renovável, eficiência e produção descentralizada, baseada em projetos de produção local, para...

Deslocações para o emprego passam a contar como horas de trabalho

Decisão foi do Tribunal de Justiça da UE: horas de trabalho de eletricistas, canalizadores ou enfermeiros ao domicílio, por exemplo, passam a contar a partir do momento em que saem de casa.   A jornada diária dos canalizadores, decoradores, eletricistas ou mesmo enfermeiros ao domicílio tem de ser contada a partir do momento em que...

Mundo está mais verde do que há 30 anos Leia mais: Mundo está mais verde do que há 30 anos

Pode parecer mentira, mas a Terra está hoje mais verde do que há 30 anos, e tudo graças ao aumento dos níveis de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, que atuaram como “fertilizante” para as plantas. Esta é a conclusão de um estudo internacional publicado esta segunda-feira na revista científica “Nature Climate Change”, uma das...

Elvira Fortunato finalista do Prémio Europeu do Inventor

Microchips de papel inventados pela equipa de cientistas da Universidade Nova de Lisboa liderada por Elvira Fortunato e Rodrigo Martins nomeados finalistas do Prémio Europeu do Inventor 2016.   Os cientistas portugueses Elvira Fortunato e Rodrigo Martins são finalistas do Prémio Europeu do Inventor 2016, na categoria de Investigação, pela invenção de microchips de papel,...

Penhoras fiscais causam 4% dos casos de sobre-endividamento

A Deco recebeu 7434 pedidos de ajuda nos primeiros três meses deste ano. Foram mais do que em todo o ano de 2008. As penhoras em geral são uma das causas de desequilíbrio financeiro que mais tem ganho terreno entre as razões que levam as pessoas a recorrer ao Gabinete de Apoio ao Sobre-endividado (GAS)...

Declaração mensal de remunerações: O que muda a partir de maio

Quando em maio as empresas entregarem a declaração mensal de remunerações à Segurança Social relativa ao mês de abril vão deparar-se com novos procedimentos. A Segurança Social implementará um novo processo de entrega desta documentação. A partir do próximo mês, as declarações que apresentem determinados erros e incongruências no seu preenchimento deixam de ser aceites pela...

Como reclamar das despesas que estão no Portal das Finanças

O Fisco criou uma ligação direta no Portal das Finanças que facilita as reclamações sobre as despesas dedutíveis no IRS. Desde o passado dia 15 de março que está disponível no Portal das Finanças uma nova página onde cada contribuinte poderá consultar todas as despesas realizadas em 2015 que foram consideradas pelo Fisco para efeitos da...